Segundo apurado pela Promotoria de Justiça, a fila para quimioterapia vinha sendo deliberadamente ampliada para privilegiar o atendimento em caráter particular de pacientes por uma clínica médica.

Na manhã desta terça-feira (7) o Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (GAECO), em apoio a 13ª Promotoria de Justiça de Chapecó (Cidadania e Direitos Humanos), cumpre mandados de busca e apreensão, expedidos pela 1ª Vara Criminal de Chapecó, em uma clínica médica por suspeitas de fraudes no Sistema Único de Saúde (SUS).

As investigações foram iniciadas a partir de relatos de cidadãos que reclamavam sobre o longo período para início de tratamentos oncológicos no Hospital Regional do Oeste. Segundo apurado pela Promotoria de Justiça, a fila para quimioterapia vinha sendo deliberadamente ampliada para privilegiar o atendimento em caráter particular de pacientes por uma clínica médica dirigida pelo coordenador do Setor de Oncologia do hospital.

Mais informações não serão repassadas neste momento a fim de não prejudicar o andamento da investigação, que ainda prossegue.

Comentários

comentários