Reprodução

Brusque – O empresário Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan, nessa segunda-feira, a partir das 17h, vai soltar, durante 17 minutos, fogos de artifício, em comemoração a eleição de Jair Bolsonaro para presidente do Brasil. Em janeiro, quando foi confirmada a condenação do ex-presidente Lula, ele também soltou fogos de artifício para comemorar, porém, durante 13 minutos. “É a vitória da verdade contra a mentira. É a vitória do Brasil e da família. O povo brasileiro precisa comemorar”, declara.

Ainda em janeiro, Luciano comunicou, em uma coletiva de imprensa, que iria escolher o candidato que acreditasse ser o melhor para o Brasil e seria o seu melhor cabo eleitoral. No dia 17 de agosto, em uma live, comunicou que apoiaria Jair Bolsonaro e, desde então, se tornou o melhor e mais forte cabo eleitoral do seu candidato.

“Resolvi usar meu poder de influência, principalmente, nas redes sociais, para promover a consciência do voto com o objetivo de melhor o Brasil. Nos últimos governos tivemos um movimento das instituições no sentido de tentar transformar o Brasil em um País comunista. Não queremos isso. Queremos um país com economia liberal, com ênfase na meritocracia. Temos que nos alinhar com países vencedores e não com os comunistas”, enfatiza.

Histórico

Desde abril, Luciano fez diversos movimentos no sentido de conscientizar as pessoas sobre a importância de votar. Na sua página pessoal do Facebook, que conta mais de 2,3 milhões de seguidores, o empresário disseminou duras críticas ao que emperra o desenvolvimento do Brasil, a exemplo da corrupção, da burocracia e da carga tributária. Contou histórias inspiradoras e exibiu exemplos positivos de gestão administrativa e financeira, para mostrar ao público que a recuperação do País passa pela ética, a competência, a qualificação e o compromisso dos candidatos com o seu eleitorado.

Além disso, durante o pleito eleitoral ministrou palestras e realizou lives diariamente fazendo campanha para Bolsonaro. Internamente, a partir de abril, os colaboradores da Havan adotaram como uniforme uma camiseta verde com a inscrição: “O Brasil que queremos só depende de nós”. “Tudo isso para despertar o civismo e o patriotismo nas pessoas, incentivando uma participação mais crítica e consciente dos brasileiros nessas eleições, que foram as mais importantes das últimas décadas”, afirma.

Luciano enfatiza que “agora entramos em outra fase, na qual vamos mostrar que temos responsabilidade e vamos acompanhar, fiscalizar e cobrar os eleitos, durante os próximos quatro anos, para que trabalhem pelo povo brasileiro, com respeito, dignidade e competência”. Para Luciano, está na hora dos empresários brasileiros deixarem de ser coadjuvantes e serem protagonistas da história, ajudando o novo presidente a elevar o Brasil a outro patamar, em uma era de prosperidade.

Comentários

comentários