Divulgação

Ao cumprir agenda no Extremo Oeste de Santa Catarina, no sábado, 13, Alvaro Dias, pré-candidato à Presidência da República, passou uma mensagem contundente à plateia, atraindo centenas de novos filiados ao partido na região. Dezenas de fichas de recém-chegados ao PODEMOS, movimento liderado pelo senador, foram abonadas pelo próprio Dias.

O presidenciável fez palestras em São Miguel do Oeste e Campo Erê, município que lhe concedeu o título de Cidadão Honorário em 1989, quando o hoje senador governava o Paraná. Os dois eventos, no Restaurante Villa Grill (São Miguel do Oeste) e Centro de Eventos Eugênio Bernardi (Campo Erê) lotaram, mesmo um sábado chuvoso de janeiro.

“Para governar atualmente, é 50% gestão e 50% comunicação. Estamos passando a nossa mensagem, de esperança de mudanças verdadeiras no Brasil, e ouvindo os trabalhadores, os produtores, empresários, profissionais liberais que são um dos pilares da nossa sociedade e estão longe dos grandes centros,” resumiu Alvaro Dias, salientando que “os governantes atuais são muito urbanos, estão muito distantes da realidade do interior.”

“Que venham os próximos eventos partidários com a mesma potência e intensidade. Vimos o quanto podemos fazer e queremos continuar crescendo com qualidade em Santa Catarina,” destacou o presidente estadual do PODEMOS, Vilson Sandrini Filho, lembrando que a agenda oestina foi organizada pelo vice-presidente estadual, Carlos Dieter Werner.

O deputado Natalino Lázare, presidente da Comissão de Agricultura da Assembleia Legislativa, e primeiro parlamentar estadual do PODEMOS-SC, acompanhou toda a agenda e cravou: “Alvaro Dias é, disparado, o mais preparado para ser presidente do Brasil. Reúne experiência administrativa, tem a ficha limpa e sempre manteve a coerência,” enalteceu Lázare.

DEZENAS DE PREFEITOS

Em Campo Erê, município próximo à divisa entre Santa Catarina e Paraná, 26 prefeitos, sendo alguns paranaenses, prestigiaram a palestra de Alvaro Dias.

A comitiva e autoridades foram recepcionados pelo prefeito Odilson “Nego” Lima, grande responsável por atrair o número impressionante de prefeitos ao evento em sua cidade.

Lima divulgou um vídeo, lembrando que, em 1989, Campo Erê ganhou o primeiro acesso asfáltico. Curiosamente, foi pela PR-180, que foi prolongada em território catarinense na gestão de Alvaro Dias, então governador do Paraná. À época vereador, Nego Lima apresentou moção na Câmara e aprovou a concessão do título de cidadão honorário de Campo Erê a Dias. À época, o fato causou certa celeuma entre as autoridades catarinenses, mas a gratidão de Campo Erê para com Alvaro Dias é notória ainda nos dias de hoje.

CHAPECOENSE

Alvaro Dias e comitiva foram recebidos, na sexta-feira, 12, no gabinete do prefeito Luciano Buligon, de Chapecó. O senador recebeu uma camiseta da Chapecoense, alusiva aos 100 anos do município, completados em 2017.

O prefeito foi incisivo. “Quando eu vejo um corajoso como o Alvaro Dias, eu digo para tudo. Quero dar um abraço nele. É disso que nós precisamos. Temos orgulho de sermos do interior e seus discursos são muito bem aceitos aqui”, assinalou Luciano Buligon. O senador também visitou o memorial da Chapecoense, onde está o painel com o chamado Gol Eterno ( uma representação do gol que teria dado o título da Copa Sul-Americana de 2016 ao time).

Comentários

comentários