Arquivo.

O Partido Socialista Brasileiro (PSB) de Santa Catarina se reuniu na tarde desta quarta-feira, dia 10, para reafirmar seu compromisso com a candidatura de Gelson Merisio (PSD) para Governador do Estado no segundo turno das eleições.

Em nota, o partido esclareceu que, apesar de respeitar a decisão do Diretório Nacional no segundo turno, o PSB Santa Catarina é contrário ao PT. “Portanto, em respeito aos seus dirigentes e à imensa maioria de seus filiados, o PSB de Santa Catarina reafirma sua posição anti-PT”, esclareceu Ronaldo Freire, Presidente Estadual PSB.

Apoio a Bolsonaro foi vetado

Por decisão do diretório nacional, o PSB não pode apoiar Bolsonaro. Inclusive, o prefeito de Chapecó, Luciano José Buligon, foi expulso por ter declarado apoio ao candidato do PSL publicamente. O que restou é reafirmar uma posição anti-PT, que em outras palavras, é estar com Bolsonaro, ainda que não possam declarar de maneira pública e oficial.

Comentários

comentários