Polícia Civil/Divulgação

Um homem acusado de tentar a matar a esposa com golpes de martelo em Dionísio Cerqueira foi preso na última quarta-feira, 13.fev.2019, na Aduana de Cargas. Ele estava foragido desde o dia do crime, ocorrido em 15 de dezembro de 2016, mas foi detido em uma operação conjunta das policias civil e militar ao ser monitorado por aproximadamente dois dias. Ele recebeu voz de prisão à cerca de 30 metros da divisa com a Argentina, seu país de origem.

Conforme a Polícia Civil, a vítima sobreviveu por “um milagre”, já que ela foi socorrida em estado grave e seu estado clínico “chocou” até mesmo os bombeiros que prestaram os atendimentos pré-hospitalares.

O crime teria ocorrido na residência do casal, em Linha São Paulo. A PC informou que após uma discussão o suspeito tentou matar a companheira desferindo violentos golpes de martelo em várias regiões do corpo, até mesmo na cabeça, e se evadiu do local.

A mulher recebeu os primeiros socorros, foi atendida no Hospital Municipal, e posteriormente transferida ao Regional de São Miguel do Oeste. Na época o delegado responsável pela Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso (DPCAMI), José Aírton Stang, conseguiu colher dados importantes sobre o crime, os quais foram fundamentais para a imediata continuação das investigações e a decretação da prisão preventiva do autor.

Mesmo escondido, o homem foi indiciado pelo crime de feminicídio qualificado pela crueldade e impossibilidade de defesa da vítima. O delegado de Dionísio Cerqueira, Régis Stang, responsável pela condução da investigação, elogiou o empenho e integração dos policiais civis e militares de Dionísio Cerqueira, destacando que a ação possibilitará a responsabilização criminal do suspeito de um dos mais violentos crimes ocorridos na Comarca, nos últimos anos.

Via Oeste em Foco

O casal é condenado por estupros de vulnerável praticados contra sua filha na época com 9 anos.

Posted by Click Catarina on Monday, February 18, 2019

Comentários

comentários