• Notícias
More
    Início Notícias Educação Com abraços, estudantes de Joinville vão às ruas para conscientizar sobre respeito...

    Com abraços, estudantes de Joinville vão às ruas para conscientizar sobre respeito no Carnaval

    Os jovens produziram a paródia Me dá um abraço aí com palavras que incentivam a prática do bem e também panfletos com mensagens de conscientização

    🕗 Publicado

    em

    - Publicidade -

    NEWSLETTER

    Receba notícias de Santa Catarina todos os dias em seu e-mail.

    Clique em "Assinar", confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
    Divulgação

    Cultura e diversão fazem parte do clima carnavalesco e também movimentam as equipes escolares da rede estadual. Com o projeto Folia do Bem, estudantes e professores do Ensino Médio Inovador (EMI) da EEB Jandira D’ávila, em Joinville, além de estudarem em sala de aula sobre o assunto, foram às ruas para fomentar valores como responsabilidade, tolerância e respeito por meio de abraços com a comunidade, nesta sexta-feira, 1.mar.2019.

    O projeto, trabalhado de forma interdisciplinar, foi coordenado pelas orientadoras de Convivência e Leitura e também contou com o apoio da equipe escolar responsável pelo Núcleo de Educação, Prevenção e Atenção às Violências na Escola (Nepre). Entre as atividades, os jovens produziram a paródia Me dá um abraço aí com palavras que incentivam a prática do bem e também panfletos com mensagens de conscientização.

    “Precisamos fazer com que os estudantes resgatem o sentimento do pertencimento, que se reconheçam como responsáveis pela construção de um mundo mais justo e fraterno com o qual todos sonhamos, por isso a necessidade de colocá-los no papel de protagonistas na disseminação da cultura do bem”, destaca a orientadora da atividade de Leitura, Edna Polanczyk.

    Para o aluno Daniel Darolt do 2º ano, foi uma forma criativa e divertida de trabalhar o tema. “A ideia é que as pessoas aproveitem com juízo e sabedoria esses dias de festas, pois sabemos que é um período que também acontece muitas coisas ruins, mas o objetivo é justamente ao contrário. Preparamos frases para consciência das pessoas mesmo”, conta.

    As professoras das disciplinas de Arte e Religião das séries finais (6º ao 9º ano) também se engajaram no projeto e desenvolveram ao longo dessa semana debate sobre o carnaval e produção de máscaras.

    Movimentos intensos estão previstos em outras cidades em que o Carnaval já é tradicional, como Joaçaba, Balneário Camboriú e São Francisco do Sul.

    Posted by Click Catarina on Friday, March 1, 2019

    COMENTE ABAIXO ⬇