• Notícias
More
    Início Notícias Clima Defesa Civil de Santa Catarina alerta para volume elevado de chuva

    Defesa Civil de Santa Catarina alerta para volume elevado de chuva

    Há risco de alagamentos, enxurradas, deslizamentos e inundações nas áreas mais vulneráveis

    🕗 Publicado

    em

    - Publicidade -

    NEWSLETTER

    Receba notícias de Santa Catarina todos os dias em seu e-mail.

    Clique em "Assinar", confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
    Divulgação

    A Defesa Civil de Santa Catarina emitiu aviso meteorológico da Epagri/Ciram que aponta previsão de chuva persistente, moderada a forte no Estado durante o fim de semana. A chuva mal distribuída terá acumulados de 40 a 60 milímetros, com pontuais de 80 a 100 milímetros. No sábado, 16.fev.2019, as áreas mais críticas serão a Grande Florianópolis, Vale do Itajaí e Litoral Norte.

    As condições são favoráveis para chuva persistente, podendo ocorrer chuvas torrenciais por alguns períodos. Caso as previsões se confirmem, há risco de alagamentos, enxurradas, deslizamentos e inundações nas áreas mais vulneráveis.

    AVISO MARÍTIMO: Previsão de rajadas persistentes de vento sudeste a leste de 40 a 60 km/h e mar muito agitado com picos de onda de 2,5 a 3,5 m, mais altos em áreas afastadas da costa. Condição de ressaca, desfavorável para a navegação de pequenas e médias embarcações.

    RECOMENDAÇÕES DA DEFESA CIVIL

    • Tempestades: Proteja-se em local abrigado, longe de placas, de árvores, de postes de energia e de objetos que podem ser arremessados. Se não encontrar um abrigo, agache-se com os pés juntos, com a cabeça encostada em seu peito ou entre os joelhos e as mãos cobrindo suas orelhas ou apoiadas em seus joelhos. Se estiver na praia, jamais fique na água. Se estiver em casa ou qualquer outro local abrigado, desligue os aparelhos eletrônicos, não use o telefone, fique longe das janelas e lembre-se, o banheiro em alvenaria é o melhor local durante uma tempestade!
    • Alagamentos/inundações: evitar o contato com as águas e não dirigir em lugares alagados. Evitar transitar em pontilhões e pontes submersas e cuidado com crianças próximas de rios e ribeirões.
    • Enxurradas: Não fique próximo às margens de rios e ribeirões, principalmente em regiões de relevo acentuado, montanhoso e pequenos vales, pois muitas vezes há temporais intensos sobre os topos e cabeceiras, gerando repentinamente grande quantidade de água num curto espaço de tempo. Este tipo de evento adverso apresenta grande poder destrutivo, podendo arrastar veículos, pessoas, animais e mobílias por vários quilômetros. A força das águas pode ainda provocar o rolamento de blocos de pedras, arrancar árvores, destruir edificações e causar deslizamentos de terra nas margens.
    • Ventos fortes: proteja-se em local abrigado e distante das janelas, ao ar livre longe de placas, de árvores, de postes de energia e de objetos que podem ser arremessados.
    • Mar agitado: perigo a navegação e a atividade de pesca.
    • Ressaca: proteger embarcações e apetrechos de pesca e maricultura. Atenção para edificações, infraestruturas e vias em áreas de vulneráveis à erosão e inundações costeiras.

    O direito à educação infantil está garantido na Constituição Federal.

    Posted by Click Catarina on Friday, February 15, 2019

    COMENTE ABAIXO ⬇