• Notícias
More
    Início Notícias Política Definida a composição das bancadas e dos blocos parlamentares na Alesc

    Definida a composição das bancadas e dos blocos parlamentares na Alesc

    Dois partidos políticos com representação na Casa optaram por atuar sozinhos (PT e MDB) enquanto os demais se agruparam em três blocos partidários

    🕗 Publicado

    em

    - Publicidade -

    NEWSLETTER

    Receba notícias de Santa Catarina todos os dias em seu e-mail.

    Clique em "Assinar", confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
    Mosaico de Partidos (2019)
    Divulgação

    O Diário Oficial do Legislativo da última quinta-feira, 07.fev.2019, formalizou a formação das bancadas partidárias e dos blocos parlamentares da Assembleia Legislativa de Santa Catarina para a atual legislatura, que teve início há uma semana. Dois partidos políticos com representação na Casa optaram por atuar sozinhos (PT e MDB) enquanto os demais se agruparam em três blocos partidários.

    O maior bloco conta 10 deputados. Chamado de Bloco Social Democrático, é composto pelo PSDB, PSD, PDT e PSC. Em seguida, com nove integrantes, está o Bloco Liberal Social, formado pelo PSL e o PR. Outros quatro partidos com representação na Casa – PP, PSB, PRB e PV – formaram um terceiro bloco parlamentar, com oito deputados.

    A formação dos blocos está prevista no Regimento Interno da Assembleia e geralmente ocorre por afinidade política ou ideológica entre os partidos que os compõem. Os blocos recebem o mesmo tratamento dado às bancadas partidárias. O objetivo é fortalecer a atuação dos partidos com menos deputados na Alesc e garantir uma participação maior, por meio dos blocos, nas comissões e no tempo destinado aos partidos na tribuna, durante as sessões ordinárias.

    O MDB, partido que elegeu o maior número de deputados na atual legislatura, com nove cadeiras; e o PT, com quatro parlamentares, vão atuar de forma separada. Ambos já definiram seus líderes: Luiz Fernando Vampiro (MDB) e Fabiano da Luz (PT).

    Representação feminina

    A Bancada Feminina da Alesc, com atuação reconhecida pelo Regimento Interno, terá como coordenadora a deputada Ada de Luca (MDB). Ela foi escolhida por unanimidade pelas demais integrantes da Casa. Conforme Ada, além de fortalecer a atuação das mulheres na Alesc, a bancada voltará suas atenções para o combate à violência contra mulher.

    “Estamos chegando no Dia Internacional da Mulher e mais do que nunca é importante agir no combate à violência, que tem registrado índices que aumentam cada vez mais”, disse.


    COMENTE ABAIXO ⬇