Divulgação

O deputado estadual Mauricio Eskudlark (PR) participou nesta terça-feira, 26.fev.2019, na Presidência da Assembleia Legislativa de Santa Catarina, de uma reunião para traçar estratégias contra o fechamento de diversas agências da Celesc no Estado.

Eskudlark criticou a iniciativa da diretoria da Celesc de centralizar as atividades da empresa em macrorregiões, e exemplificou o caso de Chapecó. “Centralizar tudo em Chapecó não vai resolver a questão principal que é o atendimento ao cidadão, religação de linhas, quedas de energia depois de temporais, uma economia de R$ 200 mil anuais não justifica o fechamento de regionais de cidades importantes como São Miguel do Oeste, que atende 34 municípios, e Concórdia”, disparou Eskudlark.

A situação se repete também em outras regiões de Santa Catarina, como por exemplo o fechamento das regionais de Canoinhas, Porto União e Mafra que serão incorporadas a Joinville, e a de Rio do Sul e todo Alto Vale que ficarão dependentes da Regional de Blumenau.

“É uma insensatez essa iniciativa, prejudicando regiões e pequenos municípios, entendo que devemos fazer economia, mas elas não podem prejudicar o cidadão, vamos levar esse pedido ao governador para que ele intervenha e encontre uma melhor solução e não deixe estas regiões desassistidas”, destacou.

SC contabilizou um total de 23 doações no período.

Posted by Click Catarina on Monday, March 4, 2019

Comentários

comentários