• Notícias
More
    Início Notícias Educação publica editais para compra de produtos da agricultura familiar

    Educação publica editais para compra de produtos da agricultura familiar

    Os produtos da agricultura familiar serão usados para a alimentação escolar

    🕗 Publicado

    em

    - Publicidade -

    NEWSLETTER

    Receba notícias de Santa Catarina todos os dias em seu e-mail.

    Clique em "Assinar", confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
    Divulgação

    Com investimento de até R$ 34,5 milhões, a Secretaria de Estado da Educação (SED) lança, nesta segunda-feira, 28.jan.2019, os editais para compra dos produtos da agricultura familiar para a alimentação escolar. A novidade é que, a partir deste ano, os editais terão validade de dois anos, anteriormente, a vigência era de apenas um. A entrega dos produtos se dará a partir do segundo semestre de 2019.

    “Além de garantirmos ainda mais qualidade na alimentação servida aos estudantes, valorizamos a produção local, fomentando o desenvolvimento econômico do nosso Estado e, nesta Chamada Pública de 2019, estamos assegurando aos agricultores um período maior para o planejamento da produção e comercialização dos produtos”, aponta o responsável pela diretoria de Articulação com os Municípios, Osmar Matiola.

    Os editais são divididos em dois tipos de aquisições: os que não estragam com facilidade e os alimentos que geralmente necessitam de armazenamento refrigerado e/ou devem ser consumidos mais rapidamente. Com o aporte de R$ 26,8 milhões para o primeiro grupo, serão comprados 19 alimentos menos perecíveis, como arroz, feijão, macarrão, biscoito integral, farinha de mandioca, sucos integrais entre outros. Estes alimentos serão destinados a todas as escolas da rede estadual de ensino. As propostas deste grupo deverão ser entregues até 20 de fevereiro, conforme edital disponível no site. 

    O valor de até R$ 7,7 milhões será destinado para compra dos itens perecíveis como maçã, pinhão, filé de tilápia, banana, ovos e frango, que até o ano passado eram adquiridos de fornecedores comuns. As propostas destes produtos, entregues ponto a ponto pelas cooperativas da agricultura familiar do Estado serão recebidas até 18 de fevereiro.

    Podem participar instituições como cooperativas, associações e entidades que detenham Declaração de Aptidão ao PRONAF – Pessoa Jurídica comprovando a participação de, no mínimo, 60% de agricultores familiares.

    Moisés se disse otimista com a possibilidade de finalizar a restauração em dezembro.

    Posted by Click Catarina on Tuesday, January 29, 2019

    COMENTE ABAIXO ⬇