Divulgação

A falta de chuvas costuma castigar a agricultura catarinense, trazendo perdas na produtividade e comprometendo a renda das famílias rurais. Para minimizar os efeitos da estiagem, o Governo do Estado adquiriu 215 distribuidores de água que serão repassados a 184 municípios. A vice- governadora Daniela Reinehr e o secretário da Agricultura e da Pesca, Ricardo de Gouvêa, fizeram as primeiras entregas de equipamentos nesta segunda-feira, 28.jan.2019, em Campos Novos e Concórdia.

“A água é fundamental para o meio rural porque sem água não há produção. Esses equipamentos reafirmam o compromisso do Governo do Estado de fomentar a agricultura familiar, atender o homem do campo e dar mais competitividade ao meio rural. Agora os agricultores podem cuidar do que sabem fazer de melhor: produzir alimentos, sem preocupação com as intempéries climáticas”, ressaltou a vice-governadora.

Nesse primeiro dia de entrega, foram cedidos 120 distribuidores de água para 104 municípios. Os equipamentos serão acoplados a tratores agrícolas e usados no transporte de água até as comunidades rurais mais distantes. A ação deve beneficiar mais de duas mil famílias catarinenses.

O secretário da Agricultura Ricardo de Gouvêa explicou que os equipamentos não irão resolver completamente o problema da estiagem no estado, porém irão minimizar os prejuízos dos agricultores – sendo utilizados principalmente para hidratar animais. Os distribuidores foram adquiridos com recursos do Pacto por Santa Catarina, em  investimento de mais de R$ 3,5 milhões.

A força do agronegócio

Em passagem pelo Meio-Oeste e Oeste catarinense, a vice-governadora Daniela Reinehr ressaltou a importância da agropecuária para a economia de Santa Catarina. “No último ano, mais de 60% das exportações catarinenses foram do agronegócio, gerando mais de US$ 5,4 bilhões em receitas para o estado. Esse é o resultado do trabalho de um povo guerreiro, que não mede esforços para que a agricultura de Santa Catarina seja cada vez mais próspera”, destacou.

As ações da Secretaria da Agricultura também seguirão a diretriz de fortalecimento da agricultura familiar. Segundo Ricardo de Gouvêa, a intenção é trabalhar para estruturar as cadeias produtivas e preparar os setores para competir no mercado internacional. “Nosso foco será os agricultores familiares, eles são a verdadeira força do agronegócio catarinense. Queremos organizar as cadeias produtivas, auxiliando no aumento da produtividade, rastreabilidade e sanidade dos produtos”. 

Agenda de entregas segue na terça-feira 

Nesta terça-feira, 29, a vice-governadora e o secretário da Agricultura estarão em Chapecó e em São Miguel do Oeste para o segundo dia de entrega de equipamentos. Serão cedidos distribuidores de água para 49 municípios.

O evento acontece, às 09h, no Centro de Treinamento da Epagri de Chapecó e, às 14h, no Centro de Treinamento da Epagri de São Miguel do Oeste.

Uma nova entrega, ainda sem data programada, deve contemplar os municípios do Sul do estado. Serão 31 distribuidores de água cedidos para as prefeituras da região. Além disso, 15 equipamentos ficarão sob responsabilidade da Epagri.

Com a essa decisão a economia para os pacientes será de pouco mais de R$ 100 mil por ano de tratamento.

Posted by Click Catarina on Monday, January 28, 2019

Comentários

comentários