Krislei Oechsler/ SEA

Nesta semana, os gestores da secretaria da Administração, secretário Jorge Eduardo Tasca e o secretário adjunto Luiz Antonio Dacol, receberam os últimos carrinhos lotados com notas de empenho e processos de compra para assinaturas. A imagem é emblemática, pois marca a despedida dos gestores desse tipo de procedimento. Aos poucos, o Governo sem Papel vai ganhando espaço na demais secretarias do Estado. Até abril, a ideia é não ter mais papel tramitando no Executivo estadual.

Dacol explica que levou mais de três horas para assinar e analisar todos os processos. ”Esses documentos ainda foram tramitados fisicamente na secretaria. Antes de assinar fisicamente cada um, é preciso entrar no sistema, conferir a certificação de cada nota ou contrato que gerou aquela compra em lugares diferentes, seja em sites ou programas que exigem novos logins e senhas.

Se a tramitação fosse digital, no mesmo documento, já constam todas as informações. Em cerca de 15 minutos nós ja conseguiríamos dar andamento à mesma quantidade de processos,“ disse.

Aos poucos todos setores da Secretaria da Administração também começam a dar adeus aos documentos impressos. Tudo está sendo arquivado em caixas e será encaminhado ao arquivo para que sejam resgatados em caso de necessidade.

Em janeiro, a secretaria de Administração já iniciou os treinamentos dos servidores de todos os órgãos para que possam passar a utilizar o Sistema de Gestão de Processos Eletrônicos- SGPE, apenas nas modalidades digitais. Com as economias geradas em emissão de papel, impressão e transporte de documentos entre as secretarias, os valores anuais chegarão a R$29 milhões. ”Isso sem falar nos benefícios ao meio ambiente e na facilidade dos serviços aos servidores,” destaca o secretário Tasca.

Durante as busca em Brumadinho, os cães catarinenses localizaram nove corpos inteiros, além de diversas partes que aguardam identificação.

Posted by Click Catarina on Friday, February 8, 2019

Comentários

comentários