More
    Início Esporte Jornalista que sobreviveu à tragédia da Chapecoense morre jogando futebol

    Jornalista que sobreviveu à tragédia da Chapecoense morre jogando futebol

    Rafael Henzel sofreu um infarto fulminante durante um jogo de futebol em Chapecó, no oeste de Santa Catarina

    🕗 Publicado

    em

    - Publicidade -

    NEWSLETTER

    Receba notícias de Santa Catarina todos os dias em seu e-mail.

    Clique em "Assinar", confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.

    Morreu na noite desta terça-feira, 26.mar.2019, o jornalista, radialista e narrador Rafael Henzel, um dos sobreviventes do trágico acidente aéreo envolvendo a Chapecoense. Aos 45 anos, Henzel sofreu um infarto fulminante durante um jogo de futebol em Chapecó, no oeste de Santa Catarina.

    Em sua conta no Twitter, o narrador colocava duas datas de nascimento: 25 de agosto de 1973 e o dia 29 de novembro de 2016, quando foi um dos seis que sobreviveram à queda do avião da Lamia.

    Após o acidente aéreo, o radialista seguiu cobrindo o clube do interior catarinense e emocionava a todos com suas narrações icônicas dos lances mais importantes do clube. Em 2017, Rafael Henzel lançou o livro “Viva Como se Estivesse de Partida”. Na obra, ele fala sobre o incidente e a mensagem de importância à vida.

    Nesta quarta-feira (27), ele estava escalado para narrar a partida entre Chapecoense e Criciúma, válida pela Copa do Brasil. O clube catarinense já solicitou à Confederação Brasileira de Futebol o adiamento da partida.

    Rafael deixa filho e esposa.


    COMENTE ABAIXO ⬇