Divulgação / Cidasc

A médica veterinária, Luciane de Cássia Surdi, funcionária concursada da Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc) desde 1986, tomou posse como presidente nesta terça-feira, 12.mar.2019, em Florianópolis. Ela é a primeira mulher a assumir a presidência da Cidasc em 39 anos. A posse foi concedida pela vice-governadora do Estado, Daniela Cristina Reinehr, no auditório da Companhia.

A vice-governadora do Estado, Daniela Cristina Reinehr, desejou boas-vindas e sucesso à nova presidente, destacando a importância da Companhia em contexto nacional e internacional “Uma empresa que oportuniza a abertura de novos mercados, com um trabalho que garante a sanidade animal e vegetal. Com esse serviço a Cidasc fomenta a economia, gera renda, empregos e consequentemente melhora a qualidade de vida da população”, destaca.

A presidente da Cidasc, Luciane, em seu discurso reafirmou sua missão frente à Cidasc. “O mérito de chegar onde estou, compartilho com toda minha equipe da Cidasc, e em especial aos colegas e funcionários da Regional de Chapecó. O convite chegou, não pude recusar. É a hora de sair da zona de conforto e fazer algo mais”, destacou Luciane.

O secretário da Agricultura e da Pesca, Ricardo de Gouvêa, deu destaque ao comprometimento da nova gestão “Temos um compromisso com a sociedade e a Cidasc tem um papel fundamental para SC. Uma empresa reconhecida internacionalmente pela excelência do trabalho”, ressaltou.

Os médicos veterinários, Carolina Damo e Ramon Becker Nasario, prestaram homenagem à nova presidente representando todos os colaboradores da Companhia, em especial, os colegas do Departamento Regional da Cidasc de Chapecó.

Compondo a mesa de honra da solenidade, além da vice-governadora, estavam Ricardo de Gouvêa, o secretário da Agricultura e Pesca de Santa Catarina, a superintendente federal do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento, Uéllen Lisoski Duarte Colatto, a presidente da Epagri, Edilene Steinwandter, e o, agora, ex-presidente da Companhia, Luiz Alberto Rincoski Faria.

Comentários

comentários